Coraline, kiwi e papai.

Hoje fiz um frango caipira assado. Deixei temperando pela manhã e só assei na parte da tarde, enquanto trabalhava no computador e fazia reunião via Skype.

Foi o nosso jantar.

Segundo a Júlia, ganhei nota 10. Segundo meu marido, 8. Ele não perdoou que eu não fiquei molhando o frango com caldo enquanto assava e, por isso, acabou ficando quase (somente quase, viu?) levemente queimado. Mesmo assim, não sobrou nada além dos ossos.

Apesar de caipira, o frango ficou de uma maciez incrível.

Depois do jantar, hora da sobremesa: kiwi de colherzinha. Para acompanhar, mais um capítulo de Coraline, a história de Neil Gaiman que a Júlia está lendo no momento.

Ficamos na cozinha curtindo esse momento. Enquanto isso, coloquei o feijão que estava de molho para cozinhar lentamente na panela – até onde está agora, quase 3 horas depois.

Depois de ter viajado tanto na vida, vivido conquistas incríveis, alcançado posições bacanas, hoje sinto-me completamente realizada com meus amores em volta da mesa comendo frango.

Graças a eles, não consigo fazer uma ideia diferente de felicidade.

IMG01883-20110609-1947

 

 

 

Anúncios