O melhor ministrone da cidade.

Foto-9

Outro dia, levei a Júlia para conhecer o Jorge, um restaurante que utiliza essencialmente produtos orgânicos na cozinha. 

Como explicar para uma menina de 5 anos o que é comida orgânica?

Simples: é comida sem veneno. Nesse momento, ela quis saber se a comida dos outros restaurantes tinha veneno, mas mudei de assunto senão entraria numa explicação biológica, política, social, etc. sem fim.

(Em casa, sempre dou preferência para orgânicos, mas, como isso nem sempre é viável e também porque não sou radical, acabamos mesclando com os não-orgânicos. #vidareal)

Para crianças, o bacana do Jorge é que o menu infantil sai dos hamburguinhos e batatas fritas. São três opções, entre elas a que a Júlia provou: frango orgânico com panquequinhas recheadas de palmito e banana e molho branco. 

A Júlia comeu toda a porção do frango, mas não curtiu a panqueca e menos ainda o molho (ela não tem o hábito de comer molhos pesados na comida). 

No entanto, ficou apaixonada pelo ministrone, feito com carne bovina, favas, mandioquinha, cenoura e temperos. Tão apaixonada que pediu para voltar no Jorge dois dias depois a fim de repetir o mesmo prato.

Voltamos. E novamente não sobrou nada do ministrone.

Provei e também achei maravilhoso, principalmente pelo sabor intenso e o sabor do caldo. 

O cardápio adulto é bem variado, incluindo desde robalo, salmão até a carne Bonsmara Beef, que é criada no pasto e tem um padrão acima da média. 

O pastel indiano, apesar de não estar no cardápio, poderia ser uma das estrelas da casa de tão gostoso que é.

O Jorge fica na José Maria Lisboa 1.000, nas dependências de um flat. O menu infantil segue a linha de pratos brasileiros, como o restante do cardápio. E tem um preço convidativo, variando entre R$ 21,00 e 23,00. 

É uma opção legal para quem mora no Jardins (não precisa pegar trânsito com as crianças) e tem vontade de oferecer aos filhos comidas orgânicas com receitas diferentes. 

Anúncios